Editora | Publisher
Cart 0

10 dicas ridiculamente simples para escrever um livro

The Book Hut editores


"Escrever é fácil. Tudo que você tem a fazer é riscar as palavras erradas."
- Mark Twain


A parte mais difícil para a maioria dos escritores não é serem publicados. Agora, há mais oportunidades do que nunca para se tornar um autor. E Não, também não é a parte editorial, é o processo de escrita.

  
Então, o que é preciso para escrever um livro? Aqui estão 10 dicas:

  • Comece com pouco, 300 palavras por dia é suficiente. John Grisham começou sua carreira de escritor enquanto era advogado. Levantou-se cedo todas as manhãs e escreveu uma página antes de ir para o emprego. 

 

  • Faça um esboço. Escreva uma tabela com o conteúdo ou tópicos que pretende para se guiar e divida cada capítulo em secções. Pense no seu livro em termos de início, meio e fim. Algo mais complicado vai faze-lo perder-se na escrita. 

 

  • Defina tempo para trabalhar no seu livro todos os dias. Se quer tirar um ou dois dias de folga da escrita por semana, agende como o tempo fora. tente não se desviar do prazo que inicialmente limitou.

 

  • Escolha um lugar único para escrever. Tem de ser diferente do local onde faz as suas outras actividades. A ideia é fazer deste um espaço especial para que, quando entra, esteja pronto para trabalhar no seu protejo.

 

  • Ter a contagem de palavras palavras no word. Pense em termos de incrementais de 10 mil palavras e fazer cada capítulo com o número de palavras aproximadamente iguais:

»10.000 palavras: um panfleto
»20.000 palavras: pequeno eBook ou livro impresso
»40,000-50,000 palavras: livro de não ficção já com tamanho aceitável
»60.000-70.000 palavras: livro de não-ficção dentro da norma
»80.000 palavras-100.000 palavras: comprimento típico de um romance

  • Tenha prazos semanais. Pode ser uma contagem de palavras, percentagem do progresso feito, seja qual for o método mas algo que possa quantificar o seu trabalho. Tenha um objectivo e responsabilize-se pelo compromisso feito.
  • Obter feedback inicial. Nada magoa mais do que escrever um livro e depois ter que reescrevê-lo, porque não deixou ninguém dar uma vista de olhos enquanto ainda o escrevia. Tenha alguém de confiança e voçê valorize a sua opinião que o ajude a manter o foco no que vale a pena escrever.

 

  • Não se perca, termine livro. Envie para a editora, faça auto-edição, faça o que precisa fazer para o por à frente das pessoas. Só não o coloque na sua gaveta.

 

  • Lide com criticas menos positivas e falhas com graciosidade. Vai ser difícil e vai desmotivá-lo mas lide com elas.  Esta atitude é o que o vai manter a escrever e não os seus elevados padrões de perfeição.



  • Escreva outro. A maioria dos autores têm vergonha do seu primeiro livro. Mas sem o primeiro, nunca teriam aprendido com os erros que cometeram. Então ponha o seu trabalho fora da gaveta , falhe cedo, e tente novamente. Esta é a única maneira de melhorar e ficar bom; com prática.

 

Cada escritor começou em algum lugar, e a maioria deles começou a escrever nos intervalos das suas vidas diárias. Os que o conseguem,  são os que o fazem dia após dia. Você pode fazê-lo também.

Por Alexandra Gomes



Older Post Newer Post


  • Vagner on

    Tenho três livros escritos, no momento todos eles sendo revisados. Adorei as dicas encontradas aqui. Valeu!


Leave a comment